Blog Agibank
Pra você ficar bem informado agora.

Insights sobre tecnologia, inovação e finanças.

Prova de vida: saiba como fazer e evitar o bloqueio do seu benefício

Quem recebe pelo INSS há mais tempo já sabe: uma vez por ano, é obrigatório fazer uma prova de vida. Acontece que, por conta da pandemia, o governo abriu mão dessa exigência entre março de 2020 e abril 2021. Desde maio, porém, tudo voltou ao normal.

Ou seja, quem não fez isso no último ano deve fazer o quanto antes. Senão corre o risco de ter o pagamento bloqueado. Ruim demais, né?

Mas, como fazer a prova de vida e evitar o bloqueio do benefício? É só seguir no texto que vamos explicar tudo para você.

Por que a prova de vida é importante

Em primeiro lugar, é bom você saber porque essa comprovação é tão importante. O principal motivo é que ela ajuda a evitar fraudes nos pagamentos. Ou seja, impede que pessoas mal-intencionadas continuem sacando o dinheiro de alguém que já faleceu. Justo, né?

Todo ano, cerca de 36 milhões de aposentados e pensionistas do INSS devem fazer a prova de vida. Quando isso não acontece, podem ter o pagamento suspenso ou bloqueado, ou até perder o benefício.

Durante a pandemia, o governo abriu mão dessa exigência porque quem tem o pagamento bloqueado deve ir pessoalmente até o banco para regularizar a situação. E isso dificultaria o distanciamento social recomendado para não espalhar o coronavírus ainda mais.

Como fazer a prova de vida

Existem três formas de fazer a prova de vida: presencial, em casa ou digital. Vamos explicar como funciona cada uma.

Presencial

Hoje, o jeito mais comum de fazer a prova de vida é o presencial. Para isso, o aposentado ou pensionista deve ir ao banco onde recebe o benefício e apresentar um documento com foto. Em alguns, dá para fazer isso no caixa eletrônico, através da biometria. Bem simples.

Veja os documentos aceitos:

  • RG
  • Carteira de Motorista
  • Carteira de Trabalho

Em casa

Quem não tem como ir até o banco por motivos de doença ou dificuldade de locomoção pode pedir a prova de vida em domicílio. Nesse caso, é preciso agendar a visita pelo telefone 135 ou pelo site Meu INSS, clicando neste link. E mais: para fazer a comprovação assim, é necessário apresentar documentos que atestem essa condição de saúde.

A prova de vida em domicílio também vale para quem tem mais de 80 anos, mesmo que não tenha dificuldades para se locomover.

Pelo celular

Além disso, algumas pessoas podem fazer a prova de vida digital. Nesse caso, é só baixar o aplicativo Meu gov.brno celular. É grátis, e está disponível na Play Store ou na Apple Store.

Aí é só seguir o passo a passo para fazer a biometria facial, que é tirar uma foto do seu rosto e bater com um documento seu, como a carteira de motorista. Esse vídeo do INSS explica direitinho como fazer a biometria facial:

Depois você acompanha a situação por outro aplicativo: o Meu INSS. Esse também dá para baixar de graça.

Mas atenção: quem pode fazer a prova de vida assim recebe um aviso por mensagem de texto no celular ou por e-mail. Se não for o seu caso, vá até o banco.

A prova de vida digital é só para algumas pessoas porque o governo ainda está testando esse modelo. A ideia é que, no futuro, mais gente possa fazer esse processo de qualquer lugar.

Até quando dá para fazer a prova de vida

Quem deixou de realizar a comprovação antes de março de 2020 deve se regularizar logo. Isso porque os pagamentos de quem não fez isso ainda começam a ser bloqueados em junho.

Para ajudar você a se achar, o governo montou um calendário. É só procurar o mês em que a sua prova de vida venceu para saber até quando tem que enviar a nova:

  • Março e abril de 2020: até maio de 2021
  • Maio e junho de 2020: até junho de 2021
  • Julho e agosto de 2020: até julho de 2021
  • Setembro e outubro de 2020: até agosto de 2021
  • Novembro e dezembro de 2020: até setembro de 2021
  • Janeiro e fevereiro de 2022: até outubro de 2021
  • Março e abril de 2021: até novembro de 2021

Se o seu pagamento já foi bloqueado ou suspenso, você deve ir até o banco para regularizar sua situação. Em caso de corte do benefício, deve pedir a reativação pelo aplicativo Meu INSS.

Outras dúvidas sobre a prova de vida

Se você ainda tem dúvidas sobre a prova de vida, pode ligar para o número 135, que é a central de atendimento do governo. Ela funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.