Blog Agibank
Pra você ficar bem informado agora.

Insights sobre tecnologia, inovação e finanças.

Quer economizar no supermercado? Veja 11 dicas para gastar menos

Em tempos de inflação alta e aumento no preço dos alimentos, não tem jeito: economizar no supermercado deve estar no topo da lista de atitudes para proteger as finanças. Isso porque a alimentação está entre os principais gastos dos brasileiros, especialmente das famílias de baixa renda.

Apesar disso, manter o controle nos corredores do supermercado não é tão fácil quanto parece. Nesse tipo de estabelecimento até a forma como os produtos estão nas prateleiras tem como objetivo fazer você comprar mais. Aí complica, né?

Mas calma. Nesse texto, a gente vai ajudar você a encontrar seu próprio jeito de gastar menos quanto for fazer as compras da casa. São dicas práticas e úteis, para você começar agora mesmo.

1. Determine antes de sair quanto você pode gastar

Antes de qualquer coisa, defina quanto você pode gastar em sua ida ao supermercado. Isso é fundamental para que você mantenha o controle até a hora de chegar no caixa.

Mas, como determinar quanto gastar? Um jeito é colocar na ponta do lápis todos os gastos que você tem com alimentação ao longo da semana ou do mês e usar esse valor como teto.

Para evitar surpresas, use uma calculadora e vá somando o valor de tudo o que vai para o carrinho. Se ultrapassar seu limite, escolha alguns produtos para deixar para trás ou substitua-os por outros mais baratos.

2. Faça uma lista de compras

Essa é para economizar tempo e dinheiro. Antes de ir ao supermercado, faça uma lista de tudo o que você precisa comprar. Tudo mesmo, inclusive a quantidade.

Você pode usar papel e caneta ou um bloco de notas do celular, por exemplo. Veja o que está em falta na geladeira, na despensa e no banheiro e anote tudo.

Para deixar essa lista ainda mais esperta, comece colocando os itens essenciais, como produtos de alimentação, limpeza e higiene pessoal, e deixe para o fim coisas menos importantes, que você pode descartar. Depois, é só seguir à risca suas anotações.

A lógica por trás disso é simples: com um roteiro pré-definido, você corre menos risco de comprar coisas que não precisa por impulso. E também faz as compras bem mais rápido, já que não tem que pensar no que vai comprar.

3. Não vá ao supermercado com fome

Sabe aquela fome que deixa você com vontade de comer tudo o que vê pela frente? Pois é melhor acabar com ela antes de ir ao supermercado.

Estudos mostram que quem vai às compras com fome acaba gastando mais do que deveria e comprando coisas desnecessárias. Ou seja, ir ao supermercado de estômago vazio pode ser uma roubada.

A mesma coisa vale para os apressados de plantão. Quem faz compras muito rápido pode esquecer algum item ou simplesmente comprar um produto mais caro por falta de atenção. Tente tirar um tempo para ir às compras com calma.

4. Troque o mês pela semana

Quem recebe salário uma vez por mês pode achar que é óbvio fazer as compras da casa para o mesmo período. Mas não é bem assim.

Compras muito grandes são inimigas da economia. Isso porque, com o carrinho cheio, as pessoas tendem a incluir produtos que não precisam.

Além disso, produtos perecíveis estragam rápido. Se você compra demais, também corre o risco de ter que jogar algo fora porque não deu tempo de consumir.

Tente ir ao supermercado uma vez por semana, e comprar poucos produtos. Assim você também tem mais chance de aproveitar promoções que surgirem nesse período.

5. Planeje um cardápio semanal

Pensar um cardápio da semana pode ser uma forma de organizar sua ida ao supermercado. Isso porque, em vez de você encher o carrinho com coisas que nem sabe se irá usar, já vai direto ao ponto, pegando só o que precisa.

Comprando os itens necessários para o seu menu semanal você também evita o desperdício, já que leva para casa apenas aquilo que já sabe que vai usar. Lembre-se que desperdiçar comida é a mesma coisa que jogar dinheiro fora.

6. Pesquise preços de diferentes supermercados

Sempre que possível, compare os preços dos supermercados antes de ir às compras. Se você achar que vale a pena pode, inclusive, comprar itens diferentes em cada um.

Por exemplo: algumas redes podem ter produtos de limpeza mais baratos e alimentos mais caros, e vice-versa. Além disso, os supermercados costumam escolher um dia da semana para colocar determinados produtos em oferta. Fique de olho.

Se você morar perto de algum mercado que venda por atacado, aproveite. Nesses locais, produtos não perecíveis, como itens de limpeza e higiene pessoal, costumam ser mais baratos do que no supermercado.

Outro jeito de economizar, se você puder, é comprar as frutas, verduras e legumes em feiras livres. Quase sempre os preços são melhores do que no supermercado, e você ainda pode aproveitar para comer um pastel com caldo de cana.

7. Deixe as crianças em casa

Nem sempre isso é possível, mas, quando der, evite levar os pequenos ao supermercado. Crianças são presas fáceis para supérfluos, como biscoitos e chocolates, e podem pressionar para você levar produtos que não estavam na lista de compras.

Veja se algum familiar pode olhar as crianças enquanto você vai às compras. Em troca, você pode ajudar com as compras desse familiar, por exemplo.

Além disso, ir ao supermercado sem ninguém junto permite que você faça compras mais rápido, já que não tem distrações.

8. Dê uma chance para as marcas próprias

Várias redes de supermercados trabalham com produtos de marcas próprias. Você já pensou em dar uma chance a eles?

Pois saiba que pode valer a pena. Isso porque eles são quase sempre mais baratos do que os de outras marcas.

Testando novas opções, você pode descobrir alternativas tão boas quanto a sua marca favorita. Além, é claro, de economizar uns trocados.

9. Fique de olho na data de validade

Produtos perto do prazo de vencimento geralmente entram em promoção. Isso pode ser uma vantagem se algum deles estiver na sua lista de compras.

Mas nada de encher o carrinho com eles, viu. Lembre-se de que você tem pouco tempo para consumir o produto.

Aliás, se você não sabe quando vai consumir o item que está perto de vencer, não compre. Pior do que pagar um pouco mais é deixar um produto estragar porque você adquiriu no impulso.

10. Leia atentamente as embalagens

Quando o assunto são compras no supermercado, o barato pode sair caro se você não prestar a devida atenção às embalagens. É que, muitas vezes, uma diferença sutil pode esconder uma cilada.

Por exemplo: se duas marcas de papel higiênico vendem quatro rolos pelo mesmo preço, mas numa os rolos medem 30 metros e na outra medem 20, isso significa que a segunda vende o rolo mais caro. A mesma coisa vale para alimentos vendidos por peso. Tente sempre ver qual é o valor do quilo, não apenas do produto fatiado.

Outro jeito de conferir se vale a pena é calcular o valor de cada unidade. A calculadora pode ajudar você a fugir de falsas ofertas e comprar com mais sabedoria.

11. Aproveite as promoções e cashback

Quase todas as grandes redes de supermercados têm dias específicos de ofertas de produtos como hortifruti ou limpeza e higiene. Tente programar suas compras para as datas em que os itens que você precisa estão com preços mais atrativos.

Outro jeito de economizar nas compras da casa é aproveitar o cashback, que é quando uma loja devolve uma parte do valor que você pagou. Um bom jeito de tirar proveito é através do Agi Compras, que reúne mais de 300 lojas, incluindo alguns supermercados. Todas com cashback.

Mas, como ganhar dinheiro de volta nas compras do supermercado? Basta entrar o site, se cadastrar, achar o seu favorito e finalizar a compra através do link do Agi Compras. É fácil, mas, para você não ficar com nenhuma dúvida, a gente explicou todo o passo a passo aqui .